Arquivo mensal: agosto 2013

O maior e melhor de todos…

Padrão

todos juntos

 

Em sua sétima edição o Festival dos Inhamuns – Circo, Bonecos e Artes de Rua, aconteceu para além das melhores expectativas. O publico foi o maior. Rodas grandiosas foram abertas em Aiuaba, Catarina, Parambu, Quiterianopoles, Mucuim e Planalto. Em Arneiroz e Tauá a arena (montada pela primeira vez este ano) teve que ser ampliada as pressas para corrigir um adorável erro de calculo cometido pela produção. O circo lotado. Espetáculos acontecendo pela primeira vez simultaneamente há algumas dezenas de metros uns dos outros todos com excesso de espectadores ávidos para verem artistas e grupos de 10 cidades do Ceará, 08 estados do Brasil e de 05 país da América Latina e da Europa.

Estes artistas, super dispostos e por demais engajados, compraram a história deixando claro a felicidade de estar ali e o desejo de voltar. Voltar porque por aqui viram o olho da nossa gente brilhar com sua arte; porque por aqui, depois de quase dez dias poderam estabelecer conexões e estreitar relações sem a pressa de muitos eventos que lhes compram o trabalho, lhes enfia em um hotel e lhes mandam embora rapidinho por uma questão de custo; porque por aqui poderam participar de rodas de conversas robustas e revigorantes capitaneadas por nomes como Amir Addad.

Em 10 dias arrastaram cortejos, abriram rodas e… cantaram, dançaram, comunicaram, festejaram por seis cidades dois distritos e dois bairros levando o melhor do circo, dos bonecos e das artes publicas para mais de vinte cinco mil pessoas. Nós que fazemos o Festival dos Inhamuns (Iluminura e Arte Jucá) agradecemos a os nossos parceiros, apoiadores e patrocinadores por terem acreditado no projeto; aos artistas pela disposição e a compreensão de que o que fazemos aqui é diferente e exige de cada um mais do que a sua cena…para além disso, propõe um engajamento total; ao publico que lotou os espaços, procurou as oficinas e recebeu calorosamente os visitantes; a imprensa que este ano olhou com atenção especial para esta ação artística transformadora que acontece a quase dez anos no sertão cearense; a os nossos técnicos e produtores que deram o gás quase sobrenatural que esta verdadeira maratona cultural (mais de 80 espetáculos, quase trezentos artistas) precisou.

Obrigado a tod@s. Definitivamente o…Maior e melhor de todos!

Robson Cavalcante | diretor artístico

Anúncios